O Looper ou monitor de eventos tem por objetivo aumentar a precisão diagnóstica desses sintomas pouco frequentes (semanal mensal ou até anual). Dois métodos de monitorização eletrocardiográfica prolongada estão disponíveis no mercado: o monitor de eventos externo e o monitor de eventos implantável.

O Looper ou monitor de eventos externo é um aparelho que, como o Holter, é ligado ao tórax do paciente para coletar o sinal eletrocardiográfico. O monitor é de pequeno porte e fácil manipulação. Dois eletrodos são utilizados e conectados ao gravador por meio de um cabo. O paciente é orientado a permanecer com o aparelho o maior tempo possível, retirando apenas para o banho.

Antes do banho, o paciente deve retirar os eletrodos e o aparelho de gravação. Logo após o banho a pele onde será colocada os eletrodos deve ser limpa com um pouco de álcool etílico 70% e os eletrodos devem ser recolocados.

O aparelho não deve molhar ou receber nenhum líquido sob o risco de causar danos ao mesmo.

Ao dormir o paciente deve dormir de preferência com as costas na cama e nunca sob os eletrodos e o aparelho.

O Looper ou monitor de eventos está indicado nos casos: de síncope (desmaio) inexplicadas nos quais os sintomas pré-sincopais permitem que o paciente acione o botão de gravação; avaliação de palpitações esporádicas ( aparecimento maior que 1 dia), outras queixas que podem estar relacionadas com arritmias (aperto ou dor no peito, angústia, mal estar súbito, “socos no peito”). É utilizado também para o acompanhamento de pacientes em regime de Home Care.

O sucesso diagnóstico depende do registro do eletrocardiograma no momento em que ocorre o sintoma. Esse registro, porém, nem sempre é fácil, especialmente quando ocorre de forma esporádica, situação na qual o Holter não é capaz de documentar.

O sistema coleta e transmite automaticamente um eletrocardiograma, com duração de sete segundos, a cada 60 minutos. Caso o paciente apresente algum sintoma ele deverá apertar um botão na base do aparelho. Será, então, enviado mais um registro eletrocardiográfico.  A gravação de cada tira do traçado eletrocardiográfico dura 1 minuto previamente ao acionar o botão e 1 minuto após o acionamento (o tempo de gravação dependerá da configuração do aparelho). O monitor de eventos geralmente fica conectado ao cinto do paciente por cerca de 05, 07, 10 ou 14 dias.

Em raros casos, o paciente poderá não ser capaz de acionar o botão de gravação durante o evento. A avaliação da atividade elétrica do coração (repolarização ventricular) é mais limitada que no holter de 24 horas pois o uso de apenas dois eletrodos permite a análise de uma única derivação

Os traçados são transmitidos via sistema GSM – sinal de celular – a um provedor que disponibilizará todos os trechos do ECG coletados em uma página da internet, visualizável em qualquer browser.

A vantagem do Looper ou monitor de eventos , em relação ao Holter, é a possibilidade de monitorização prolongada, o que torna viável o diagnóstico de sintomas esporádicos.

O Looper ou monitor de eventos não tem contraindicações. Pode ser indicado em pacientes grávidas sem risco de afetar o Feto.

A Clinicordis conta com o Looper ou monitor de eventos de 7-14 dias.

 

RECOMENDAÇÕES:

1. Seguir as orientações técnicas da clínica.
2. Não se deve bater, molhar, sujar ou deixar cair o aparelho. Pedimos muito sua colaboração neste quesito. Evite puxar os cabos dos eletrodos.